A Educação Inclusiva na Educação Básica Brasileira: breve histórico e fundamentos legais. A questão da diversidade e da diferença. Os diversos paradigmas da relação da sociedade com a questão da diferença. Acessibilidade arquitetônica e curricular. Educação Inclusiva e Projeto Político Pedagógico da escola: a articulação do professor com o Atendimento Educacional Especializado. O acompanhamento de alunos com deficiências (intelectual, auditiva, visual, física e múltipla), transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, buscando a melhor qualidade no processo ensino aprendizagem.
Abordagem de forma panorâmica das principais etapas da evolução da linguagem e da prática musical no Ocidente, do final do Romantismo no Século XIX, passando pelo Século XX até os dias atuais, procurando relacioná-las à história e ao desenvolvimento humano dessa fase e, sobretudo ao seu significado para a vida atual, estabelecendo uma contextualização política, social e artística.

Estudo dos elementos da linguagem musical, desenvolvimento da percepção auditiva, leitura e escrita musical dos seguintes itens: subdivisão ternária do tempo, compasso composto, ampliação da utilização de células rítmicas; ciclo de quintas, escala maior escala menor, escalas exóticas, modos, tríades e tétrades, cadências básicas. Estudo de ditados rítmicos em compasso simples e composto; solfejos e ditados melódicos nas claves de sol e fá.

Técnicas instrumentais aliadas à leitura musical direcionadas para a utilização do violão na prática docente.

Estudo dos fundamentos da Educação Musical; reflexo sobre as especificidades e os problemas da Educação Musical no Brasil; visão geral dos procedimentos didático-pedagógicos na Educação Musical forma/informal, tradicional/ contemporânea, etc.; introdução às atividades práticas na Educação Musical.